Edições Anteriores:

Participação

Poderão participar do Prêmio alunos cursando os 7º e 8º períodos de bacharelado em Ciências Contábeis em Instituições de Ensino Superior regularmente registradas no Ministério da Educação.

Tema

Para a participação na sexta edição do Prêmio, poderão ser inscritos trabalhos acadêmicos e artigos científicos que abordem temas relacionados à área de auditoria independente e serviços correlatos.

Premiação

O Autor e o professor orientador do trabalho ou artigo vencedor serão premiados com uma viagem técnico-cultural a Londres, com cinco dias de duração, com o objetivo de participar de fóruns internacionais de Contabilidade e Auditoria Independente e visitar entidades internacionais representativas da profissão, além de outras formas de reconhecimento expressas no Regulamento.

Inscrições

Para se inscrever, o candidato deverá ter produzido o trabalho ou artigo inscrito entre os dias 1º (primeiro) de janeiro de 2016 e 30 (trinta) de novembro de 2016. O prazo estabelecido para a inscrição encerra-se em 30 (trinta) de novembro de 2016.

Dados do aluno















Dados do professor















Dados da universidade













Regulamento 6º Prêmio Transparência Universitário

1. Sobre o Ibracon:

O Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil é uma entidade sem fins lucrativos, constituída sob a forma de associação, tendo por objetivos precípuos representar os auditores independentes e promover o exercício da auditoria independente por meio de ações nos mais diversos âmbitos, demonstrando sua contribuição para o desenvolvimento econômico e sustentável do Brasil e do mundo.

1.1. Ibracon em números:

45 anos dando voz à auditoria independente;
120 empresas associadas;
1.400 profissionais associados;
7 seções regionais;
120 cursos, palestras, seminários e fóruns a cada ano;
3.000 profissionais cursando atividades de Educação Continuada: cursos, palestras e seminários anuais;
500 professores capacitados em Normas Internacionais de Contabilidade e de Auditoria Independente;
2.600 horas por ano dedicadas ao debate de temas técnicos;
700 profissionais envolvidos anualmente com o debate sobre normas contábeis e auditoria;
100 reuniões técnicas realizadas anualmente;
3.300 profissionais reunidos nas seis edições da Conferência Brasileira de Contabilidade e Auditoria Independente, promovidas pelo Instituto;
13 Grupos de Trabalhos para a discussão de aspectos contábeis e de auditoria em diferentes setores, além de uma Comissão e de dois Comitês de discussão de normas técnicas.

1.2. Focos de Atuação:

Agenda permanente com os órgãos reguladores e entidades de interesse da profissão, em favor da difusão das melhores práticas de contabilidade e auditoria;
Referência para os associados e profissionais do setor, emitindo orientações preventivas e úteis ao desempenho de suas atividades por meio de Comunicados Técnicos e Circulares;
Participação em fóruns nacionais e internacionais, visando a manter o auditor independente brasileiro em linha com o contexto mundial da profissão;
Educação continuada para apoiar a atualização e o desenvolvimento do profissional da Contabilidade;
Apoio ao desenvolvimento do mercado por meio de encontros técnicos dedicados à discussão da atividade em diferentes setores;
Comunicação com o mercado em geral, abrangendo diversos stakeholders, para disseminar conhecimento sobre a atividade do auditor independente e sua contribuição para o mercado e a sociedade em geral.

1.3. Reconhecimento no Mercado:

Integrante da IFAC – Federação Internacional dos Contadores, entidade que congrega 130 países.
Patrocinador da AIC - Associação Interamericana de Contabilidade.
Executor do Projeto de Harmonização das Normas Internacionais de Contabilidade e Auditoria, que ganhou o Prêmio Blackboard Catalyst Award 2014.
Entidade escolhida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para promover a capacitação de professores de Ciências Contábeis em Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS) e em Normas Internacionais de Auditoria (NIA).
Possui membros participantes em Comissões/Comitês das principais instituições reguladoras do mercado e entidades de interesse da profissão.
Único órgão no país autorizado pela IFRS Foundation a traduzir e editar a publicação Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS).

2. Prêmio Transparência Universitário

O Prêmio Transparência Universitário (doravante “Prêmio”) é um concurso cultural criado em 2011, com o objetivo de incentivar alunos de cursos superiores em Ciências Contábeis a produzirem trabalhos ou artigos acadêmicos relativos às áreas de Contabilidade e Auditoria Independente, sob a orientação de seus professores e apoio das Instituições de Ensino Superior a que integram.
O Prêmio objetiva, ainda, incentivar e valorizar os professores e as Instituições de Ensino Superior que mantêm cursos de Ciências Contábeis, contribuindo para o desenvolvimento técnico/profissional dos estudantes.
Em última instância, o Prêmio representa uma importante ferramenta para o cumprimento da Missão do Instituto de manter a confiança da sociedade na atividade do auditor independente e a divulgar a relevância da sua atuação profissional, inclusive pela valorização do papel do estudante de Ciências Contábeis, fundamental nesse processo por representar o futuro da profissão e sua perpetuidade.

3. Tema

Para a participação na sexta edição do Prêmio, neste ano de 2016, poderão ser inscritos trabalhos acadêmicos e artigos científicos que abordem temas relacionados à área de auditoria independente e serviços correlatos.

4. Participantes

Poderão participar do Prêmio alunos cursando os 7º e 8º períodos de cursos de bacharelado em Ciências Contábeis em Instituições de Ensino Superior (doravante “IES”) regularmente registradas no Ministério da Educação.

5. Condições da Inscrição
5.1.
Para se inscrever, o candidato deverá estar regularmente matriculado em uma IES na data limite da inscrição para participação no Prêmio, e ter produzido o trabalho ou artigo inscrito entre os dias 1º (primeiro) de janeiro de 2016 e 30 (trinta) de novembro de 2016. Para comprovação da matrícula e da regularidade da IES, esta deverá emitir uma declaração informando que é reconhecida pelo Ministério da Educação e que o(a) aluno(a) em questão está regularmente matriculado(a) no curso de Ciências Contábeis, no 7º ou 8º períodos.
5.1.1.
O candidato deverá preencher integralmente o Formulário de Pré-Inscrição no Portal do Ibracon (www.ibracon.com.br/universitario), onde constarão todos os dados do candidato, do professor orientador e da IES a qual pertencem, sendo o candidato responsável pela veracidade de todas as informações apresentadas ao Ibracon.
5.1.2.
Após o preenchimento, o formulário deverá ser impresso, assinado pelo aluno, pelo professor orientador e por representante da IES, e encaminhado juntamente com o trabalho ou artigo inscrito, conforme dispõe este Regulamento.
5.2.
Não há limite de inscrições por candidato, desde que os trabalhos ou artigos sejam inéditos e individuais.
5.3.
Não há limite de inscrições por IES ou por professor orientador, porém, os professores devem ser regularmente contratados pelas IES e lecionar no curso de Ciências Contábeis.
5.4.
Serão colocados em julgamento apenas os trabalhos ou artigos produzidos em língua portuguesa e que se relacionem ao tema estabelecido no item 3 acima.
5.5.
Os trabalhos ou artigos deverão ser entregues/enviados em vias impressas e em meio digital, conforme as especificações a seguir.
5.5.1.
2 (duas) vias impressas e encadernadas, com tamanho mínimo de 20 laudas para trabalhos acadêmicos e tamanho mínimo de 10 laudas para artigos científicos, de acordo com as normas de formatação aplicadas pela IES e com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.
5.5.2.
Somente um dos exemplares impressos e encadernados deverá conter a identificação do candidato, do professor orientador e da IES. A outra versão deve grafar apenas um pseudônimo, escolhido pelo candidato, para fins de isenção na avaliação.
5.6.
Em meio digital (CD ou pen drive), os trabalhos ou artigos deverão ser entregues em 2 (duas) cópias, cada uma delas contendo o trabalho ou artigo em formato PDF. Em uma das cópias deverá constar a identificação do candidato, do professor orientador e da IES, enquanto a outra deverá estar identificada apenas pelo pseudônimo escolhido pelo candidato.
5.7.
Os trabalhos ou artigos poderão conter ilustrações ou quaisquer outros recursos gráficos que reforcem ou auxiliem a compreensão do texto base.
5.8.
Para cada trabalho ou artigo inscrito, o candidato deverá utilizar um pseudônimo diferente.
5.9.
Ao realizar a inscrição, todos os participantes permitem a utilização pelo Ibracon, sem quaisquer limitações ou reservas, dos trabalhos ou artigos inscritos, de acordo com as cláusulas contidas nas disposições gerais deste Regulamento.
5.10.
Ao Ibracon reserva-se o direito de não restituir os originais dos trabalhos ou artigos apresentados, que passarão a integrar o seu acervo, o que fica irrevogavelmente aceito pelos candidatos no ato da inscrição.
5.11.
Os trabalhos ou artigos deverão ser entregues na sede do Ibracon, aos cuidados da área de Comunicação Corporativa, localizada à Rua Maestro Cardim, 1.170, 9º Andar, Bela Vista, CEP 01323-001, São Paulo, SP, ou encaminhadas via Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), desde que postadas, para efeito de validade, até 30 (trinta) de novembro de 2016, sendo o carimbo da ECT o comprovante da regularidade da data de postagem.

6. Realização da Inscrição
6.1.
Não serão consideradas, para fins de julgamento, quaisquer informações recebidas em data posterior à data limite de inscrição (30/11/2016), exceção feita em caso de necessidade de esclarecimentos sobre o(s) material(is) inscrito(s), e desde que os esclarecimentos sejam expressamente solicitados pela Comissão Julgadora.
6.2.
Não serão consideradas para concorrer ao Prêmio as inscrições que não estejam acompanhadas de todos os documentos e informações exigidos neste Regulamento.
6.3.
O prazo estabelecido para a inscrição é de 1º (primeiro) de julho de 2016 a 30 (trinta) de novembro de 2016.

7. Comissão Julgadora
7.1.
O corpo de jurados do Prêmio Transparência Universitário será constituído por cinco jurados distintos e soberanos (doravante “Corpo de Jurados”) convidados pelo Ibracon especificamente para esta finalidade.
A atribuição do Corpo de Jurados será de atribuir em votação secreta, em planilhas individuais de pontuação devidamente assinadas, notas de 1 (um) a 5 (dez) pontos aos quesitos especificados no subitem 8.1.2. abaixo para os trabalhos ou artigos inscritos e pré-selecionados por estarem em total consonância com o disposto neste Regulamento, admitindo-se intervalos de meio ponto.

8. Julgamento
8.1
O julgamento será realizado em duas etapas, são elas:
8.1.1.
Na primeira etapa, a pré-seleção do material inscrito caberá à Comissão de Seleção do Prêmio, oportunamente nomeada pelo Ibracon, que avaliará os trabalhos e artigos de acordo com as determinações deste regulamento. Essa triagem pré-selecionará todos os trabalhos e artigos que cumpriram todos os requisitos deste Regulamento para concorrer ao Prêmio.
8.1.2.
Na segunda etapa, os trabalhos e artigos serão avaliados pelo Corpo de Jurados, conforme os seguintes quesitos: (1) delimitação e relevância do tema; (2) organização, coerência e coesão textuais; (3) ortografia e gramática; e (4) coerência do conteúdo técnico.
8.1.3.
Será proclamado vencedor o trabalho ou artigo cuja soma de pontuação obtiver o maior número, excluídas as abstenções. Em caso de empate no número de pontos, o vencedor será indicado pela seguinte ordem de critérios.
a) Maior pontuação no quesito 4 (coerência do conteúdo técnico).
b) Maior pontuação no quesito 1 (delimitação e relevância do tema).
c) Maior pontuação no quesito 2 (organização, coerência e coesão textuais).
d) Maior pontuação no quesito 3 (ortografia e gramática).

9. Premiação
9.1.
O Autor e o professor orientador do trabalho ou artigo vencedor serão premiados com uma viagem técnico-cultural a Londres, Inglaterra, com cinco dias de duração, com o objetivo de participar de fóruns internacionais de Contabilidade e Auditoria Independente, de visitar entidades internacionais representativas da profissão, proporcionando aos participantes conhecimentos internacionais sobre Contabilidade e Auditoria Independente.
9.1.1.
A viagem será realizada no ano seguinte ao de realização do Prêmio (ou seja, em 2017), em data a ser informada pelo Ibracon com antecedência mínima de 45 (quarenta e cinco) dias corridos da data da viagem.
9.1.2.
Todas as despesas ordinárias decorrentes da viagem, desde que para o cumprimento da programação oficial definida pelo Ibracon, assim entendidas as despesas com passagem aérea, hospedagem, seguro de viagem, alimentação e transporte, serão custeadas pelo Instituto. A premiação é pessoal e intransferível, e em hipótese alguma poderá ser convertida em dinheiro correspondente ao valor da viagem e outras despesas.
9.1.3.
O Ibracon não se responsabiliza pelos custos referentes à obtenção de passaporte e outros documentos ou formalidades, inclusive a obtenção de vistos de entrada no país de destino, se necessário. Da mesma forma, o Ibracon não se responsabiliza pelos custos incorridos na realização de eventuais atividades de interesse do Autor e do professor orientador premiados que não façam parte da programação oficial da viagem.
9.1.4.
O valor destinado para a realização das atividades da programação oficial definida pelo Ibracon poderá ser transferido para as contas bancárias do candidato e do professor orientador premiados, considerando as estimativas de custos e a taxa de câmbio da data da transferência, a critério do Ibracon.
9.1.5.
O Autor premiado será o único responsável por qualquer dano, acidente ou prejuízo que venha a sofrer durante a viagem, não cabendo ao Ibracon qualquer responsabilidade deste sentido.
9.2.
O candidato e o professor orientador vencedores receberão, ainda, um certificado atestando a primeira colocação no prêmio.
9.3.
O candidato e o professor orientador vencedores serão convidados a participar de uma reunião técnica nas dependências do Ibracon, com o intuito de apresentar o trabalho ou artigo e compartilhar suas experiências com os representantes do Instituto. O encontro ocorrerá em data a ser previamente informada, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias corridos da data de tal reunião técnica.
9.4
A biblioteca da IES onde o candidato vencedor cursa Ciências Contábeis receberá, ainda, 5 (cinco) licenças de uso do e-Book: Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS) – versão mais atual, como forma de incentivo ao aprimoramento dos alunos da IES em geral. Da mesma forma, o candidato e seu professor orientador, além dos estudantes e professores que ocuparam o segundo e o terceiro lugares, receberão 1 (uma) licença de uso do e-Book: Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS) – versão mais atual cada um.
9.5.
A solenidade de entrega do Prêmio será realizada em data e local a serem definidos pelo Ibracon e previamente informados ao candidato vencedor, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias corridos da data de tal solenidade.
9.6.
Todos os inscritos no Prêmio receberão certificado de participação.
9.7
A divulgação do trabalho ou artigo vencedor será feita inicialmente por meio do Portal Ibracon – www.ibracon.com.br, após informe ao candidato premiado, podendo ocorrer, ainda, nos demais canais de comunicação oficiais do Instituto e em outros escolhidos a critério do Ibracon.

10. Disposições Gerais
10.1.
A participação neste Prêmio implica a cessão, a título gratuito, irrevogável e irretratável, de uma Licença de Uso dos trabalhos ou artigos pelos candidatos ao Ibracon, compreendendo as mais variadas modalidades de utilização, existentes ou que venham a existir, sem limite de quantidade, podendo o Ibracon, inclusive, mas sem limitação, realizar, direta ou indiretamente, de forma integral ou parcial, as seguintes atividades: fixação, reprodução, divulgação, publicação, exposição, edição, reedição, comercialização, distribuição, circulação, em quaisquer formatos, suportes, mídias e meios de comunicação, como livros, revistas, catálogos, folhetos, jornais, internet, ou outros que sejam de interesse do Ibracon, sem prejuízo aos direitos morais dos candidatos e professores orientadores, respeitados sempre por meio da citação expressa como “Autor” e “Professor Orientador” em todas as utilizações.
10.1.1.
Para fins de publicação e divulgação, o Ibracon terá o direito de editar e/ou corrigir inconsistências de conteúdo e fazer revisões ortográficas da obra, desde que a correção de inconsistências não seja material ao ponto de seu resultado constituir uma obra diferente em seu conteúdo daquela apresentada pelo candidato.
10.2.
A participação neste Prêmio implica a aceitação total, irrestrita e irrevogável de todos os itens deste Regulamento. O candidato que transgredir ou de qualquer forma burlar as condições previstas neste Regulamento terá sua inscrição cancelada, sem prejuízo à cobrança de eventuais perdas e danos causados ao Ibracon ou a terceiros.
10.3.
É de inteira e total responsabilidade do candidato o teor dos textos enviados.
Os trabalhos ou artigos que não estiverem de acordo com este Regulamento serão automaticamente desclassificados pela organização do Prêmio, por ocasião da pré-seleção do material a ser encaminhado ao Corpo de Jurados.
10.4.
É vedada a participação de funcionários do Ibracon.
10.5.
O Corpo de Jurados é soberano para decidir sobre os casos omissos e não caberá recurso nem qualquer questionamento sobre suas decisões.
10.6.
Não serão aceitos trabalhos ou artigos já publicados anteriormente.
10.7.
Será de responsabilidade do Ibracon promover o concurso junto às IES, bem como divulgar o resultado do Prêmio da forma que julgar conveniente.
10.8.
O contato com os candidatos ao Prêmio será feito pela área de Comunicação Corporativa do Ibracon, por e-mail ou telefone.
10.9.
A participação no Prêmio é totalmente gratuita, não havendo subordinação dos Autores participantes a qualquer modalidade de álea ou pagamento, nem subordinação destes à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço.
10.10.
O Prêmio é um concurso cultural, conforme especificado no art. 30 do Decreto Nº 70.951, de 09 de agosto de 1972.
10.11.
Não obstante o disposto no item 10.5. acima, fica eleito o foro da Comarca de São Paulo - SP para dirimir qualquer controvérsia decorrente deste Regulamento ou relacionada ao Prêmio, renunciado a qualquer outro, por mais privilegiado que seja ou venha a ser.



Li e concordo com o regulamento:

Vencedores das edições anteriores

Edição Aluno Professor Orientador Universidade Trabalho  
2015 Paulo Roberto Matos de Carvalho José Alves Dantas Universidade de Brasília Relação entre a Remuneração dos Auditores e a Estrutura de Governança Corporativa das Companhias Auditadas Visualizar
2014 Adalberto Hott Raminho Ana Carolina Vasconcelos Colares PUC Minas Transparência Pública na gestão patrimonial das Instituições de Ensino Superior Federais Brasileiras Visualizar
2013 Adalene Olivia Silvestre Fernando Andrade Pereira Universidade de Caxias do Sul  Auditoria Independente: Um estudo sobre o conteúdo dos Relatórios das Demonstrações Contábeis dos Clubes de Futebol Brasileiros Visualizar
2011 Maria Luisa Sampaio de Sousa Sanabio Pereira Adalberto Gonçalves Pereira PUC Minas Teste de recuperabilidade de ativos: análise da conformidade com os requisitos de divulgação da IAS 36 e do CPC 01 (R1) Visualizar


Contato