IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Receita foi “Principal Assunto de Auditoria” em 2019, indica Ibracon

Quarta-feira, 20 de Maio de 2020

Receita foi “Principal Assunto de Auditoria” em 2019, indica Ibracon

Levantamento PAA IBRX 2019 mostrou que o assunto foi o de maior destaque, seguido por Provisão para Contingências, Passivos Contingentes e Discussões Judiciais. Para 2020, a projeção será diferente.

O levantamento “PAA IBRX – 2019”, realizado pelo Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, apontou que as questões sobre Receita foram o Principal Assunto de Auditoria (PAA) nos relatórios de auditoria das empresas de capital aberto listadas na B3, aparecendo em 43% dos casos. Questões envolvendo Provisão para Contingências, Passivos Contingentes e Discussões Judiciais apareceram em segundo lugar, com 40% das menções. Os dois PAAs também lideraram o levantamento “PAA IBRX – 2018”, mas ambos estavam empatados, aparecendo em 45% dos relatórios de auditoria.

“No estudo, percebemos que no ano de 2019 havia uma visão mais positiva se comparado com 2018”, explica Francisco Sant’Anna, presidente do Ibracon. “Havia uma melhora da economia com o início d aprovação das reformas pelo governo, um aumento na confiança dos empresários e melhores números de consumo pelas pessoas. Isso fez com que questões relacionadas a Receita fossem o foco das empresas e consequentemente um assunto principal para os auditores.

Os PAA têm como objetivo tornar o relatório de auditoria mais informativo, pois fornecem informações adicionais, ao indicarem quais foram os assuntos que, segundo o julgamento profissional do auditor, foram os de maior importância na auditoria das demonstrações contábeis do período corrente.

O levantamento analisou 94 das 96 companhias de capital aberto, que fazem parte do índice IBRX-100 da B3. Duas delas não haviam disponibilizado seus relatórios. Além de Receita e Provisão para Contingências, Passivos Contingentes e Discussões Judiciais e Receitas, aparecem Valor Recuperável de Ágio (com 31% das menções), Valor Recuperável de Intangível, Imobilizado e Investimentos (com 27%), Realização Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos (23%).

“Para 2020, ainda é cedo para falar, mas por conta do cenário atual, impactado pela pandemia da Covid-19, projetamos que haverá um aumento nos PAAs relacionados a Redução a Valor Recuperável de Ativos e continuidade operacional,”, contextualiza.

Esses assuntos estiveram em voga em 2018 e 2019, juntos redução a valor recuperável de ágio e valor recuperável de imobilizado, investimentos e intangíveis representaram 59 e 54%, respectivamente, dos PAAs das companhias que compões o IBRX da B 3.

Sobre o Ibracon

Fundado em 1971, o Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil é a entidade representativa da categoria. Por meio de ações nos mais diversos âmbitos, promove a atividade e demonstra sua contribuição para o desenvolvimento econômico sustentável do Brasil.

Atendimento à imprensa - Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação

Gerente de conta: Ricardo Filinto
E-mail: ricardo.filinto@viveiros.com.br
Analista de atendimento: Ágata Marcelo
E-mail: agata@viveiros.com.br
Tel.: (11) 3675-5444 

Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!