IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Início Loja Virtual TV Ibracon Fale Conosco

Notícias > Ibracon na Mídia

Quarta-feira, 29 de Setembro de 2021

D&I só aparece dentre as prioridades para 55% das empresas atuantes na Bolsa

.

Tamanho do Texto: a A

A PwC Brasil, em parceria com o Instituto Brasileiro dos Auditores Independentes (Ibracon), produziu a pesquisa ‘Divulgações de ESG no Ibovespa’, que analisa relatórios de sustentabilidade divulgados em 2020 por empresas que fazem parte da bolsa brasileira. O levantamento aponta que a maioria das empresas não checaram dados sobre o tema.

Foram analisadas 78 das 81 companhias listadas na bolsa de valores. Dessas, 67 emitiram esse tipo de relatório, mas somente 30% desses documentos passaram por auditorias independentes. Outros 27% foram assegurados por assessorias ou outros frameworks. Enquanto isso, a grande maioria (43%) não foi assegurado ou verificado por nenhuma instituição.

“Esses percentuais reduzidos de asseguração chamam a atenção, diante do crescente interesse dos investidores e demais stakeholders por informações não financeiras. Espera-se que o percentual de relatórios assegurados e a padronização dos trabalhos do auditor aumentem no futuro próximo para dar mais transparência e confiabilidade às informações apresentadas”, alerta a PwC na pesquisa.

“Os números sugerem que as empresas estão inclinadas a divulgar dados relacionados à sustentabilidade, mas ainda não estão comprometidas com assegurar as informações ao público por meio de uma verificação externa da qualidade e confiabilidade dos seus relatórios”, analisou a empresa.

Um dos principais assuntos da pesquisa são os chamados ‘temas materiais’, que são pautas importantes em relação a questões ambientais, sociais e de governança.

Dados revelam que 91% dos relatórios citam ‘Condições de Trabalho e Capacitação’ como temas materiais, enquanto ‘Ética e Integridade’ aparecem com 84%, seguido por ‘Satisfação dos Clientes’, com 70%.

O tópico de ‘Diversidade e Inclusão’ só aparece entre as prioridades para 55% das empresas do Ibovespa, mesmo sendo um tema que tem grande demanda no Brasil.

“Chama a atenção que apenas 55% das empresas citem a diversidade e inclusão como uma questão material, já que esse tema tem tido destaque muito relevante na agenda corporativa. Mesmo assim, como mostra o tópico ‘Diversidade e inclusão’, mais à frente, a maioria esmagadora das empresas apresenta indicadores nessa área, o que é um dado positivo”, cita a PwC, que concluiu a pesquisa afirmando que “é animador verificar que mais de 85% das empresas apresentam as informações em relatórios disponíveis ao público, mesmo sem serem obrigadas a fazê-lo”.

Com informações do portal SpaceMoney.

Fonte: Movimento Mulher 360 - 29/09/2021

Próximos cursos

Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!