IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Início Loja Virtual TV Ibracon Fale Conosco

Notícias > Notícias do Ibracon

Segunda-feira, 07 de Junho de 2021

BC divulga o Relatório de Economia Bancária de 2020

Tags:covid-19

Nesta edição são apresentadas as principais repercussões da pandemia da Covid-19 no SFN e das medidas adotadas para o combate de seus efeitos

Tamanho do Texto: a A

O Banco Central (BC) divulgou divulgou hoje, 7, o Relatório de Economia Bancária de 2020. Publicado anualmente, o relatório trata de um amplo espectro de questões atinentes ao Sistema Financeiro Nacional (SFN) e às relações entre instituições e seus clientes.

Nesta edição são apresentadas as principais repercussões da pandemia da Covid-19 no SFN e das medidas adotadas para o combate de seus efeitos que deram liquidez aos bancos e possibilitaram o expressivo crescimento do crédito e a manutenção da inadimplência em níveis baixos. O Relatório traz atualização da decomposição do custo do crédito e do spread bancário, que apresentaram queda significativa em 2020, mostrando o papel da redução do custo de captação e da inadimplência.

O Relatório mostra também a redução da concentração no SFN em 2020, processo que vem ocorrendo nos últimos anos. Essa redução envolve os segmentos bancário e não bancário e os três agregados contábeis considerados (ativo total, depósito total e operações de crédito).

O Relatório também destaca a Agenda BC#, agenda de trabalho do BC composta por dimensões e ações estratégicas, que tem como fundamento a promoção da democratização financeira. A principal mudança na Agenda BC# em 2020 foi a inclusão de uma nova dimensão: Sustentabilidade. A nova dimensão reconhece a importância da Sustentabilidade na economia e no SFN e nasce com o objetivo de responder a diversas transformações estruturais na economia. Essa dimensão trata da promoção de finanças sustentáveis, do gerenciamento adequado dos riscos socioambientais e climáticos na economia e no SFN; além de integrar variáveis sustentáveis no processo de tomada de decisões do BC. Entre as ações da Agenda BC# concluídas em 2020, merece destaque a implementação do Pix, a autorização para cooperativas de crédito emitirem Letras de Crédito Imobiliário (LCI); o início da implementação do Sistema Financeiro Aberto (Open Banking) e a regulamentação do primeiro ciclo do Sandbox regulatório.

O Relatório também apresenta informações sobre as expectativas para o mercado de crédito para 2021 oriundas da Pesquisa Trimestral de Condições de Crédito (PTC), bem como um conjunto de boxes abordando diversas temáticas, como os impactos da limitação da taxa de juros no cheque especial, os efeitos do Cadastro Positivo, a evolução das fintechs – em especial as Sociedades de Crédito Direto (SCDs), as Sociedades de Empréstimo entre Pessoas (SEPs) e as Instituições de Pagamento (IPs) –, o desempenho do Pix, a concorrência bancária em mercados regionais, a evolução do custo de mudança de banco, a portabilidade de crédito, o cooperativismo de crédito, o microcrédito, o financiamento de empresas nacionais no exterior, o investimento estrangeiro no Brasil, as modernizações e inovações no mercado cambial, dentre outros temas.

Clique para ver a apresentação dos diretores de Política Econômica, Fabio Kanczuk, e de Organização do Sistema Financeiro e Resolução, João Manoel Pinho de Mello.

Fonte: Comunicação Banco Central

Por Comunicação Ibracon 

Próximos cursos

Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!