IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Notícias > Notícias do Ibracon

Quinta-feira, 10 de Setembro de 2020

Ibracon participa de reunião do CFC

Reunião da Comissão de Educação Profissional Continuada (CEPC)

Tamanho do Texto: a A

Membros do Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil participaram hoje, 10, de reunião da Comissão de Educação Profissional Continuada (CEPC) do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). A reunião aconteceu por videoconferencia.

Pelo Ibracon, estiveram presentes: Marcelo Galvão Guerra, presidente da 2ª Seção Regional, Rogério Garcia, diretor de Desenvolvimento Profissional do Ibracon Nacional, e Renato Barbosa Postal, diretor de Desenvolvimento Profissional da 5ª Seção Regional.

Na ocasião, Marcelo Guerra e Renato Postal foram nomeados para uma subcomissão que analisará possíveis alterações na NBC PG 12 (R3) – Educação Profissional Continuada.

Os membros indicados pelo Ibracon para a CEPC são: Rogério Hernandez Garcia, diretor de Desenvolvimento Profissional do Ibracon Nacional; Marcelo Galvão Guerra, presidente da 2ª Seção Regional; Luís Aurênio Alves Barreto, diretor de Desenvolvimento Profissional da 3ª Seção Regional; Fábio Abreu de Paula, diretor de Desenvolvimento Profissional da 4ª Seção Regional; Renato Barbosa Postal, diretor de Desenvolvimento Profissional da 5ª Seção Regional; e Tanha Maria Lauermann Schneider, diretora de Desenvolvimento Profissional da 6ª Seção Regional.

Programa de Educação Profissional Continuada

Educação Profissional Continuada é um programa do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) que visa atualizar e expandir os conhecimentos e competências técnicas e profissionais, as habilidades multidisciplinares e a elevação do comportamento social, moral e ético dos profissionais da contabilidade que atuam no mercado de trabalho como Auditores Independentes, responsáveis técnicos pelas demonstrações contábeis, ou que exerçam funções de gerência/chefia na área contábil das empresas reguladas e/ou supervisionadas pela pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pelo Banco Central do Brasil (BCB), pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) e pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) ou consideradas de grande porte nos termos da Lei n.º 11.638/07, e também as entidades sem finalidade de lucros que se enquadrarem nos limites monetários da citada lei. Também estão obrigados os responsáveis técnicos pelas demonstrações contábeis das sociedades e das entidades de direito privado com ou sem finalidade de lucros que tiverem, no exercício social anterior, receita total, igual ou superior a R$ 78 milhões.

Por Comunicação Ibracon

Próximos cursos

Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!