IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Início Loja Virtual TV Ibracon Fale Conosco

Notícias > Ibracon na Mídia

Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

"O auditor independente exerce função social relevante nas relações entre as empresas e todos os seus públicos de interesse"

Opinião

Tamanho do Texto: a A

Empossado no início de 2018, o novo presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant'Anna, é o entrevistado desta semana do CRCSP Online e conta quais as prioridades da sua gestão.

Sant'Anna apresenta vasta experiência na área como sócio líder de auditoria para instituições financeiras e é membro efetivo do Conselho de Administração da Deloitte no Brasil e integrante da Câmara Consultiva de Mercado de Governança de Estatais da B3.

Quais são as suas prioridades frente à presidência da Diretoria Nacional do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon)?

Enquanto contador, profissional da auditoria independente e membro do Ibracon, meu objetivo é trabalhar pela valorização da nossa profissão. Neste momento como presidente da Diretoria Nacional do Ibracon, uma das minhas prioridades será expor a relevância da contribuição dos auditores independentes para a integridade socioeconômica do país. Também não medirei esforços para primar pela qualidade no atendimento aos nossos associados.

Qual o papel do auditor independente e as suas principais atribuições no mercado?

O auditor independente exerce papel fundamental para adicionar credibilidade às informações financeiras de determinada empresa (entidade), ao opinar se as demonstrações financeiras preparadas pela sua administração representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, sua posição patrimonial e financeira e o seu desempenho. O auditor independente exerce função social relevante, à medida que é vital para garantir o fortalecimento da confiança nas relações entre as empresas e todos os seus públicos de interesse: acionistas, investidores, governo e a sociedade como um todo.

Qual o papel do Ibracon com relação ao desenvolvimento profissional dos seus associados?


O Ibracon atua fortemente no processo de Educação Continuada para os auditores independentes, por acreditar que é um elemento essencial à qualidade dos serviços e para o grau de competência dos membros da equipe de trabalho. Nesse aspecto específico, o instituto oferece uma grade de cursos muito consistente, contribuindo para a permanente atualização dos profissionais frente aos desafios do mercado e também para que a categoria cumpra as exigências do Programa de Educação Continuada do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Somente em 2017, realizamos 82 cursos, dos quais participaram 1.936 profissionais, associados e não associados, totalizando 616,5 horas de treinamentos.

E quanto ao Programa de Educação Continuada?

Nesse aspecto específico, o Instituto oferece uma grade de cursos muito consistente, contribuindo para a permanente atualização dos profissionais frente aos desafios do mercado e também para que a categoria cumpra as exigências do Programa de Educação Continuada do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Somente em 2017, realizamos 82 cursos, dos quais participaram 1.936 profissionais, associados e não associados, totalizando 616,5 horas de treinamentos. Além disso, o Ibracon participa ativamente por meio de seus representantes na Comissão de Educação Profissional Continuada do CFC e dos CRCs.

O que representa o Exame de Suficiência?

Na minha visão, esse foi outro alto degrau de excelência que a profissão atingiu rumo à qualificação na área da contabilidade, já que comprova realmente que o contador está preparado para o exercício da profissão. Se não estou enganado, a classe contábil e a de direito no Brasil são as únicas que exigem esta comprovação de capacidade.

O que é necessário para que o contador enfrente os desafios da profissão?


Ele deve entender que sua profissão está em transformação e, como tal, assimilar os novos desafios e enxergá-los como oportunidade para se atualizar e fazer a diferença. Sua atuação está se transformando de provedor de informações contábeis para tomada de decisão para a de um profissional altamente especializado e valorizado, consultor de negócios da empresa e provedor de informações decisivas para a tomada de decisões.


Fontre: CRCSP - Informativo semanal - 26 de abril de 2018 - Ano 09 - Nº 475

Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!