IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil IBRACON - Instituto dos auditores independentes do Brasil

Informativos e Afins > Artigos

Quinta-feira, 01 de Junho de 2017

Agenda da ética em favor do Brasil

Idésio Coelho*

Tamanho do Texto: a A

É estimulante observar como a contabilidade e a auditoria independente têm dado passos cada vez mais amplos no atendimento à demanda de compliance que emana da sociedade.

A atuação do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) tem merecido reconhecimento. A entidade recebeu, no Centro Comercial CNC, em Brasília, o Diploma de Mérito do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), por seu trabalho em ações de prevenção e combate à lavagem de dinheiro.

A homenagem significou obter o prestígio de uma instituição séria, que trabalha para assegurar a legitimidade das operações financeiras. A comenda, entregue anualmente a personalidades e organizações que contribuem para a melhoria da governança no ambiente corporativo, é um estímulo expressivo à atuação do nosso instituto no sentido de colaborar para o desenvolvimento brasileiro à luz da ética e do compliance.

Nessa caminhada, tem decisiva a atuação parceira do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e de todas as entidades congraçadas. O Ibracon está plenamente engajado nesse esforço de promover ações éticas e transparentes, com uma participação bastante ativa.

Dentre as iniciativas que vem adotando, está a assinatura do acordo de cooperação com o Observatório Social do Brasil (OSB) com o objetivo de aprimorar a qualidade da informação, o compartilhamento de conhecimento técnico e a realização de atividades conjuntas para promover mais transparência pública, prevenção à corrupção, eficiência da gestão e integridade nas relações entre o público e o privado.

O acordo contribuirá, ainda, para a difusão de conceitos relevantes voltados à atuação ética dos agentes públicos e ações de educação para a cidadania fiscal e controle social.

Também é relevante no tocante aos anseios de ética e lisura a transição do Brasil às novas Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (IPSAS, International Public Sector Accouting Standards). Nossa agenda de adesão a normas de elevada qualidade é um marco significativo para a inserção competitiva e ética do Brasil no cenário global.

Outro exemplo desse processo é a atual discussão sobre a nova norma do IESBA (International Ethics Standards Board for Accountants), denominada Responding to Non-compliance with Laws and Regulations ou Resposta ao Descumprimento de Leis e Regulamentos (Noclar). Apesar de representar um avanço, no momento está em discussão a necessidade de alinhamento com o ambiente jurídico do Brasil para determinar quais são os aperfeiçoamentos necessários na legislação atual para que se garanta a proteção e a segurança dos profissionais de contabilidade para que essa norma possa ser adequadamente e consistentemente aplicada.

Além disso, foi gratificante, para todos nós profissionais de contabilidade e auditores brasileiros, percebermos o respeito dos colegas estrangeiros à seriedade e qualidade com as quais nosso país está promovendo esses avanços. Isso foi notório na Assembleia Anual da Federação Internacional dos Contadores (IFAC), no mês de novembro, em Brasília, ao interagirmos com profissionais de 130 países e debatermos em profundidade temas relevantes que a classe contábil brasileira e internacional podem contribuir em benefício do interesse público.

*Idésio Coelho é o presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon).
Fechar [X]

Indicar a um amigo!

Fechar [X]

Enviar a um amigo!